Huffpost Brazil
The Blog

Featuring fresh takes and real-time analysis from HuffPost's signature lineup of contributors

Gabriela Loureiro Headshot

Por que o incêndio em Valparaíso é particularmente de partir o coração

Posted: Updated:
VALPO
Lucas Ninno/Reuters

Não me leve a mal, todo incêndio que provoca destruição é de partir o coração. Seja em uma favela que convém a alguém que seja desocupada, em uma boate onde jovens tentavam se divertir ou em uma fábrica onde funcionários trabalhavam em condições insalubres. Mas, pessoalmente, alguns incêndios nos afetam mais que outros.

O incêndio na boate Kiss em Santa Maria, minha cidade natal, por exemplo, me devastou, como já escrevi a respeito anteriormente aqui. O incêndio em Valparaíso (Chile), que começou no último sábado (12) e continua a ser combatido, também é bastante entristecedor.

Milhares de bombeiros e aviões combateram o incêndio, mas a situação está tão complicada que o Chile pediu ajuda da Argentina para extinguir o fogo. Até a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) se ofereceu para ajudar o governo chileno - o bairro histórico foi inscrito na lista de patrimônio mundial da Unesco em 2003. O maior incêndio registrado na história de Valparaíso deixou 15 mortos, 11 mil feridos e destruiu 2.500 casas. A presidente chilena Michelle Bachelet declarou a região zona em estado de catástrofe.

Estive em Valpo (para os íntimos) em outubro do ano passado. Fiz um “free walking tour” com um americano que se casou com um chileno e é maluco por Valparaíso. Uma das paradas do passeio foi diante do Corpo de Bombeiros de Valparaíso, o mais antigo do país e da América do Sul.

valpo ladeira
Uma foto minha de uma ladeira charmosa de Valpo

O guia nos contou que todos os bombeiros são voluntários (chequei para escrever sobre o assunto e é verdade). Fiquei imaginando aqueles homens que combatem as chamas por amor à causa diante de um incêndio tão difícil de controlar. O bairro que pegou fogo é extremamente acidentado e lembra nossas favelas, pois foi construído sobre um morro. As fotos são muito tristes.

valpo bombeiros
Bombeiros tentam apagar as chamas em Valparaíso

Os mapuche, povo indígena originário mais numeroso do Chile, chamavam Valparaíso de Alimapu, que em seu idioma significa “terra queimada”. Valpo já foi palco de uma série de incêndios, mas nenhum tão devastador quanto o de agora. Por sua localização estratégica, o porto de Valparaíso já foi um dos mais importantes da América do Sul e trouxe desenvolvimento para a cidade no século 19. Porém, depois da abertura do Canal do Panamá, o porto perdeu importância e a cidade parou no tempo. Atualmente, este é seu charme, seus bondes antigos que ainda estão em circulação, suas construções em estilo colonial e suas casas coloridas nos morros - atingidas pelo fogo.

Se esse incêndio também te deixa triste, você pode ajudar com uma doação neste site.